Navigation Menu+

Galeria Colorida

Rosana Almendares realiza exposição em Lisboa, na Colorida Galeria de Arte e Design, no período de 20 de fevereiro a 12 de março de 2010. Na ocasião será apresentado o Projeto Mil Mãos aprovado pelo Fundo de Cultura de São Leopoldo. O Projeto Mil Mãos apresenta o painel resultante da ação cooperativa de artistas convidados a realizar desenhos em pequenos papeis nas dimensões de 7cm x 5cm e sua versão virtual que pode ser conferida no site www.almendares.com.br/milmaos .

Junto com o projeto Mil Mãos Rosana Almendares mostra quatro trabalhos que compõem o conjunto intitulado Em Série. Neste encontram-se painéis com composições repetidas e ritmadas, em preto e branco, da imagem de colheres descartáveis de cafezinho.

Projeto Mil Mãos
O painel resultante do Projeto Mil Mãos de autoria de Rosana Almendares representa um contraponto ao imediatismo contemporâneo contestado pela artista em trabalhos anteriores, pois trata-se de uma ação cooperativa entre artistas que visa a troca de informações, o desafio de um trabalho proposto e a união de diversos formando um todo. Não há pressa, não há data de conclusão, não há delimitadores. Existe a vontade de construir. Este trabalho levanta questões referentes ao espaço, tempo e autoria.
O Projeto MIL MÃOS intervenção virtual e física dá continuidade à pesquisa sobre estas relações cooperativas e suas possibilidades de realização tanto em meios virtuais quanto físicos. Neste projeto o meio virtual refere-se à Internet e o físico à desenhos de nanquim sobre papel.
Na primeira etapa artistas brasileiros foram convidados a realizar desenhos sobre papel nas dimensões de 7cm x 5cm que foram unidos formando um painel. Esta proposta dá conta da ação cooperativa no meio físico.
Paralelamente foi lançado um site que proporciona aos usuários criarem imagens na mesma dimensão dos trabalhos físicos e publicá-los compondo um painel virtual.
Os dois painéis, virtual e físico estarão expostos na Colorida Galeria de Arte e Design.
Durante a exposição em Lisboa, os artistas locais terão a oportunidade de dar continuidade ao painel físico, que posteriormente será exposto no Brasil. Já a ação cooperativa virtual, através do site, será aberta à participação de artistas de toda a rede desde o seu lançamento.