Navigation Menu+

ESTRUTURAS DO SILÊNCIO

Posted on jul 18, 2016

A instalação Estruturas do Silêncio, faz referência à uma arquitetura imaginária e silenciosa, derivada do ato automático de rabiscar um papel em momentos de espera.
Nestes momentos, muitas vezes, projetamos o tempo e o espaço

Criamos ambientes mágicos libertos de escalas racionais. Indivíduos solitários ou multidões, tudo cabe nesta estrutura mental. Há lugar para tudo e para todos nestes espaços dados à curiosidade. Queremos espiá-lo, ver o que existe em seu interior, tentar perceber o que outros não perceberiam.
Estes espaços mentais estão representados em preto e branco, nesta série de trabalhos, através de estruturas que reúnem papel, desenho de linha e costura. Pequenas arquiteturas, nas dimensões de 5cm x 5cm x 7cm, rabiscadas num desenho automático, realizadas quase que compulsivamente. São estruturas que envolvem o prazer do fazer, o ato criador solitário e introspectivo. Repetidas e dispostas de forma aleatória são dadas à observação, ao toque, ao manuseio, à participação ativa do visitante da mostra.
No mesmo espaço expositivo a ampliação de um destes módulos traz a informação do movimento, do delírio do desenho de linhas se formando através de uma animação projetada no interior da estrutura. Esta arquitetura induz a outra forma de aproximação do trabalho por parte do observador, mais contemplativa, mas também investigativa.